Planejando viajar para o Piauí? Confira esse guia completo! - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Planejando viajar para o Piauí? Confira esse guia completo!

É fato incontestável: a região Nordeste do Brasil tem encantos que atraem turistas de todo o mundo. Não é à toa que suas belas paisagens estão entre as preferidas de quem só quer relaxar ou procura por experiências únicas e incríveis. Inclusive, o desejo de conhecer novos lugares têm levado muita gente a abandonar as rotas tradicionais para viajar para o Piauí.

Com reservas naturais e patrimônios culturais ímpares, o estado surpreende até mesmo os visitantes acostumados a frequentar as cidades turísticas brasileiras e mundiais mais consagradas. O Cânion do Rio Poti, o Parque Nacional Serra da Capivara, o Delta do Parnaíba — e mais uma infinidade de cenários exuberantes — ficam em terras piauienses.

Para você desfrutar do que há de melhor por lá, elaboramos um roteiro turístico no Piauí completo, com dicas de hospedagem, passeios, culinária local e praias, é claro. Confira!

O que preciso saber antes de viajar para o Piauí?

Cenários encantadores, sabores únicos e um festival de cores podem ser encontrados no Piauí. O estado tem o menor litoral do Brasil — 66 quilômetros de extensão —, mas guarda diversas belezas que ainda precisam ser descobertas.

Piauí fica na Rota das Emoções, complexo turístico formado por paisagens incríveis, que engloba também os estados do Ceará e do Maranhão. Se você quer experimentar uma viagem diferente de todas que já fez, o território piauiense é o destino perfeito.

Prepare-se com antecedência

Para apreciar com tranquilidade os charmosos vilarejos, as exuberantes praias, a saborosa culinária local e regional e os demais atrativos do estado, o ideal é separar em sua agenda, pelo menos, sete dias completos.

Entenda o Piauí

Rico em cultura e formado por belíssimas paisagens naturais, o Piauí está localizado entre os estados do Ceará, de Pernambuco, da Bahia, de Tocantins e do Maranhão. No litoral, suas águas cristalinas, quentes e calmas são perfeitas para relaxar e renovar as energias. A presença constante do vento atrai também os amantes dos esportes náuticos.

Assim como em toda a região Nordeste, o artesanato tem grande força por lá. Além disso, alguns locais são cercados de lendas e mistérios. Exemplo disso é a Praia da Pedra do Sal, que é dividida por rochedos graníticos e tem um pôr do sol exuberante.

Escolha o melhor acesso

O acesso à capital do estado, Teresina, ocorre por meio do aeroporto Senador Petrônio Portella. Conhecida como a Mesopotâmia do Nordeste, a cidade está localizada entre os rios Poti e Parnaíba e oferece uma variedade de atrativos, além de ótimos hotéis e restaurantes.

Percorrendo a BR-343, Teresina fica, respectivamente, a 318 e 360 quilômetros de Barra Grande e Parnaíba, no litoral. A distância entre a capital piauiense e a bela Barra Grande foi encurtada em 80 quilômetros recentemente, com a a pavimentação da PI 309. Porém, quem deseja ir para a região litorânea sem passar pela capital, pode desembarcar no aeroporto internacional de Parnaíba Prefeito Dr. João Silva Filho. Há voos regionais e nacionais, como os que partem de Campinas (SP), pela companhia Azul.

Aproveite o arraial

Como não poderia ser diferente, em junho e julho ocorrem as famosas festas julinas e juninas, que garantem a diversão de turistas vindos de diversas partes. Os traços culturais piauienses ficam estampados nas quadrilhas, um verdadeiro festival de cores que encanta e contagia a plateia. A celebração é também um prato cheio para saborear as delícias da culinária local e regional.

Visite o estado em qualquer época

O estado piauiense é um dos mais quentes do país — mesmo no inverno, a temperatura pode superar os 30 graus. Logo, qualquer época do ano é propícia para visitá-lo. E então, está esperando o que para viajar para o Piauí?

Qual a culinária predominante no estado?

A culinária do Piauí é marcada pela diversidade, pela inventividade e pelo sabor único. Os ingredientes mais presentes na comida regional — milho, farinha de mandioca, abóbora, peixes, macaxeira (mandioca), pimenta da terra, entre outros — são os mesmos utilizados pelos índios.

Os portugueses e os africanos também imprimiram sua marca na gastronomia piauiense, mas as características indígenas permanecem até hoje. Além disso, o uso de temperos frescos, como a cebolinha e coentro, tornam os pratos ainda mais convidativos e saborosos. Descubra, a seguir, quais são os menus do Piauí que você precisa provar!

Pratos típicos

A comida sertaneja — à base de carne — tem grande força no estado. Um tradicional prato é o capote (galinha d’angola), encontrado ao molho (com leite de coco ou urucum) ou frito e misturado ao arroz com pimenta-de-cheiro. Outro exemplo é o popular Maria Isabel, uma mistura de carne seca com arroz cozido e temperado em panela de barro.

Encontrado em diferentes versões, o apetitoso escondidinho leva essencialmente o charque desfiado coberto com purê de macaxeira. Ao baião de dois — uma mistura de arroz com feijão temperada com pimenta-de-cheiro — podem ser adicionados pedacinhos de queijo coalho, o que torna o menu ainda mais irresistível.

A farinha de mandioca serve para complementar ou mesmo confeccionar os deliciosos pratos locais. Da mesma forma, a farinha de milho verde é usada para preparar diversos menus, como o cuscuz de milho, uma iguaria muito apreciada pelo piauiense.

Peixes e frutos do mar

Quem viajar para o Piauí terá ainda à disposição uma variedade de pratos feitos à base de peixes e frutos do mar — as espécies presentes na culinária regional vivem tanto em águas doces como salgadas. O caranguejo “toc-toc” é uma marca local, uma alusão ao barulho que é produzido quando o crustáceo é quebrado no processo de retirada da carne. Esse fruto do mar também produz a clássica torta de caranguejo, uma delícia típica do estado. Não deixe de prová-las!

Doces e Bebidas

No quesito sobremesa, a culinária piauiense também não deixa nada a desejar. O doce da casca de limão azedo é o mais característico do estado. Outra opção é a abobrada, feita com abóbora, ovos e canela. 

Já os doces em compotas — como o de caju, manga e jaca — são um capítulo à parte. Resultado de pedaços de frutas cozidos, os quais formam uma calda, eles não se desmancham por completo. Você pode saboreá-los sozinhos ou misturá-los ao sorvete ou iogurte. Que tal?

A cajuína é um patrimônio do Piauí. A deliciosa bebida dietética e não alcoólica é produzida a partir do suco do caju. Cristalina e de coloração amarelada, é consumida bem gelada. Ficou eternizada na canção homônima de Caetano Velos, em homenagem ao poeta e jornalista piauiense, Torquato Neto, que junto com ele e outros, foi um dos expoentes do Tropicalismo na década de 60.

O estado também produz aguardentes de cana-de-açúcar, a famosa cachaça, com grande qualidade, sendo já referência dessa bebida no Brasil. Os produtores inovaram produzindo a cajuaça, cachaça feita a partir da fermentação do caju. É mais suave e tem graduação etílica por volta de 20 graus, a metade da tradicional feita a partir da cana.

Cultura e lazer: o que fazer e aonde ir?

Se você está pensando em desembarcar em terras piauienses, saiba que não vai faltar o que fazer por lá. O estado tem diversos parques naturais, além de ser formado por cidades que preservam a história e investem na cultura local.

Sem dúvida, é o local perfeito para quem busca por diversão e deseja levar novas experiências na bagagem. Listamos os principais destinos no Piauí que devem ser visitados para aproveitar ao máximo a viagem. Anote na agenda!

Parque Potycabana

Na capital Teresina fica o Parque Potycabana, ideal para fazer caminhada e apreciar a ampla área verde. Com 43 mil metros quadrados, ele é considerado um dos mais belos pontos turísticos da cidade e fica pertinho da ponte Juscelino Kubitschek.

Parque Nacional Serra da Capivara

O Parque Nacional Serra da Capivara é um lugar encantador — não é à toa que também está na rota de quem vai viajar para o Piauí. Sua sede fica em São Raimundo Nonato, de onde é possível ter acesso ao local, que é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco por seu valor histórico-cultural.

Parque Nacional de Sete Cidades

Entre os municípios de Piracuruca e Brasileira, está o Parque Nacional de Sete Cidades, uma unidade de conservação belíssima que encanta pessoas de todo o mundo. O grande atrativo são as formações de pedra em arenito, resultado da ação das chuvas, do vento e do calor. Lá é possível observar também diversas espécies da fauna e da flora.

Parque Ecológico da Cachoeira do Urubu

Localizado a 180 quilômetros de Teresina — entre as cidades de Esperantina e Batalha —, o Parque Ecológico da Cachoeira do Urubu é destino certo de quem adora apreciar as quedas d’água, especialmente no período mais chuvoso, ou seja, no primeiro semestre do ano. Se você deseja ter uma experiência única, passe por lá!

Polo Cerâmico do Poti Velho

No Polo Cerâmico do Poti Velho são encontradas peças cerâmicas que podem valorizar o seu jardim ou a sua sala. Situado em Teresina, ele foi criado em 2006 e leva o nome do bairro, conhecido há mais de meio século pela produção das louças em barro.

Mercado Central São José

Construído no começo do século XIX, o Mercado Central São José, em Teresina, é o queridinho dos apaixonados por gastronomia. Afinal de contas, os sabores e os aromas do Piauí estão concentrados no local, onde é possível comprar temperos e lembrancinhas ou mesmo provar alguns dos saborosos menus piauienses.

Cânion do Rio Poti

O Cânion do Rio Poti é um patrimônio natural belíssimo que precisa ser conhecido por qualquer pessoa que vá viajar para o Piauí. Localizado na região da Serra da Ibiapaba, o local é ideal para a prática de esportes de aventura após o período de chuvas. Quem curte canoagem, trekking, ciclismo e rappel, não pode deixar de visitá-lo.

Igreja de Nossa Senhora da Vitória

Há quem goste de aproveitar a temporada de viagens para renovar a fé ou mesmo observar a arquitetura histórica dos locais por onde passa. Se esse é o seu caso, indicamos a Igreja de Nossa Senhora da Vitória, em Oeiras. A cidade, que foi a primeira capital do estado, concentra ainda imponentes casarões de séculos passados.

Quais as praias que precisam entrar no roteiro?

O litoral do Piauí tem praias incríveis com paisagens sem igual. Suas águas calmas, quentes e cristalinas são perfeitas para quem deseja relaxar e mandar o estresse para os ares. Vai viajar para o estado? Então, conheça os lugares que não podem ficar de fora do seu roteiro!

Praia de Barra Grande

Quem procura por águas calmas e cristalinas — e não abre mão da tranquilidade —, precisa conhecer a Praia de Barra Grande, que fica localizada em Cajueiro da Praia, a 65 quilômetros a leste de Parnaíba.

O lugar é muito famoso entre os esportistas aquáticos, pois é ideal para a prática de kitesurf. Porém, recebe também turistas que buscam refúgio e adoram apreciar paisagens bucólicas. Uma dica é fazer a rota do cavalo-marinho, animal facilmente encontrado nas águas de Barra Grande.

Praia do Macapá

A Praia do Macapá fica em Luís Correia, e o acesso a ela é feito por uma estrada de 27 quilômetros, na qual é possível apreciar paisagens encantadoras. O local é separado de Barra Grande pelo rio Camurupim.

Devido à presença de ventos constantes, a Praia do Macapá é conhecida pela formação de dunas — inclusive, na maré baixa, formam-se bancos de areia e piscinas naturais de águas quentes e calmas, perfeitas para o banho. O cenário é deslumbrante e muito particular.

Praia da Pedra do Sal

Dividida por rochedos graníticos, a Praia da Pedra do Sal é, sem dúvida, uma das mais lindas de todo o Nordeste. Logo, quem considera viajar para o Piauí, não pode deixar de conhecer o lugar. Ela fica em Ilha Grande de Santa Isabel, a 15 quilômetros do centro de Parnaíba.

Um lado da praia é o preferido dos surfistas, devido às ondas formadas pelo vento e pela corrente do mar. Já a parte tranquila é ideal para as pessoas que desejam relaxar em suas piscinas naturais. O pôr do sol torna o cenário ainda mais fascinante.

Praia do Coqueiro

A 10 quilômetros do centro de Luís Correia, a Praia do Coqueiro recebe um grande número de turistas que desembarca na capital Teresina. Pudera! Suas águas cristalinas e ligeiramente agitadas junto com a areia dourada são um espetáculo sem igual.

O lugar é bastante frequentado por praticantes de esportes náuticos, como o windsurf e o kitesurf. Na maré baixa, é possível aproveitar as relaxantes piscinas naturais e apreciar a barreira de corais que se forma em parte de sua extensão.

Para quem não abre mão de uma boa infraestrutura, a Praia do Coqueiro é excelente, pois conta com diversos bares, restaurantes e quiosques à beira-mar, além de hotéis e pousadas com vista para um dos cenários mais lindos do país.

Carnaubinhas

Se você procura por um cenário encantador e quase intocado, não deixe de ir a Carnaubinhas, uma praia de águas calmas, onde há formação de piscinas naturais na maré baixa. Repleta de carnaúbas semi cobertas pelas dunas, o local é procurado também para a prática de esportes.

Porém, é importante fazer um alerta: o acesso a Carnaubinhas é dificultoso. Para quem não abre mão de conforto e praticidade, a dica é contratar os serviços de uma agência de turismo local, que disponibilizará um veículo 4×4 para o deslocamento até a praia.

Parnaíba

Localizada a 356 quilômetros da capital Teresina, Parnaíba é famosa pelo Delta do Parnaíba, um cenário singular e deslumbrante formado por lagoas, igarapés, áreas de mangue, rio, mar e 75 ilhas.

Os passeios feitos em lanchas ou embarcações são o grande atrativo. O espetáculo fica por conta da revoada dos guarás durante o entardecer. Lá, é possível observar também a cata dos caranguejos, trabalho realizado por uma cooperativa local.

Onde ficar no Piauí?

Há ótimas opções de hospedagem no litoral piauiense, mas sabemos que nem sempre é fácil encontrar o lugar perfeito. Separamos algumas dicas para ajudar você. Vamos lá?

Barra Grande e arredores

Em Barra Grande, as pousadas atendem muito bem aos quesitos conforto e qualidade, procurados pelos turistas que decidem viajar para o Piauí. Localizada à beira-mar, a Manati é considerada uma das melhores. A hospedagem tem restaurante próprio, onde são servidos os deliciosos pratos piauienses.

Para quem procura por algo luxuoso, uma opção é o Bobz Boutique Resort, na vizinha Barrinha, que oferece suítes totalmente confortáveis e equipadas, com vista para o mar. Como não poderia ser diferente, o local conta com bar, restaurante e piscinas.

Na Praia de Macapá, há poucas hospedagens à beira-mar por causa do avanço do mar, causando instabilidade na faixa de praia. Mas ainda assim, há ótimas opções à disposição dos viajantes.  

Localizada à beira-mar e a sete quilômetros dos passeios ecológicos, a BGK também está na relação das melhores pousadas do litoral piauiense. O empreendimento é formado por um grande jardim, piscina, restaurante e estacionamento privativo. Seus confortáveis chalés têm frigobar, água quente e ar-condicionado Split.

Parnaíba

Quem deseja ficar pertinho do Delta do Parnaíba tem a opção de se hospedar na Casa de Santo Antônio Hotel Boutique, um casarão amplo e muito bem decorado, ideal para pessoas de bom gosto que não abrem mão do conforto. O local está a apenas um quilômetro do famoso Porto das Barcas.

Há também o Vila Parnaíba, que oferece conforto e comodidade aos hóspedes. No local é servido apenas café da manhã — o turista pode almoçar e jantar nos restaurantes que ficam nos arredores. Ao reservá-lo, pergunte se o quarto tem (ou não) vista para o jardim.

Teresina

Opções de hotéis na capital piauiense não faltam. Com jardim projetado por Burle Marx, o Blue Tree Towers Rio Poty fica a apenas dois quilômetros do centro de Teresina. As amplas acomodações têm decoração clássica. Já o restaurante oferece tanto os saborosos menus regionais como internacionais.

O Bristol Gran Hotel Arrey é outro meio de hospedagem bastante procurado pelos turistas. Além de completamente equipados, todos os quartos têm vista para a cidade. As suítes, particularmente, contam com mesa de trabalho e área de estar com sofá.

Para quem valoriza o melhor custo-benefício, indicamos o Hotel Express Arrey, que fica próximo das principais atrações na capital piauiense, como o Mercado de Artesanato e o Estádio de Futebol Albertão. Do aeroporto até ele basta percorrer sete quilômetros.

Por que contar com uma agência de turismo?

Ter acesso a um pacote personalizado e cuidadosamente elaborado, para você curtir a viagem com tranquilidade e segurança, sem precisar se preocupar com reservas de hotel, compra de passeios, entre outras questões. Esse é o principal motivo pelo qual contar com uma agência de turismo ao viajar para o Piauí.

Como você percebeu, o estado piauiense oferece uma gama de possibilidades, mas nem sempre é fácil chegar aos destinos mais encantadores. Uma empresa especializada dará o devido suporte para que o cliente faça as escolhas mais acertadas. Além disso, será responsável por auxiliar no planejamento de todo o roteiro.

Para acertar nesse quesito, recomendamos que contrate os serviços de uma agência local especializada na Rota das Emoções. Sem dúvida, a experiência adquirida em um dos trajetos mais belos do Brasil fará total diferença no sucesso de sua viagem.

O tempo de atuação no mercado, como a agência é avaliada por seus clientes e o que ela tem a oferecer são alguns dos fatores que devem ser observados. Há pessoas que optam por contratar apenas alguns produtos, como passeios, traslados e reservas de hotel. Porém, orientamos que considere adquirir o pacote completo. Assim, toda a sua viagem poderá ser administrada por uma única prestadora de serviços, o que vai facilitar a sua vida.

Na hora de escolher a agência de turismo, lembre-se também de investigar se ela tem frota própria e qual é a qualidade de seus meios de locomoção. Afinal de contas, para aproveitar os passeios com conforto e segurança, é essencial poder contar com veículos 4×4 de luxo e embarcações que atendam plenamente às suas necessidades.

E então, descobriu por que viajar para o Piauí é um dos melhores investimentos da vida? Além de ser o destino perfeito para relaxar, se divertir e sair completamente da rotina, o estado proporciona experiências únicas e incríveis. Não tenha dúvida de que você vai voltar para casa com um novo olhar sobre o mundo.

Agora que está por dentro das maravilhas do Piauí, aproveite que chegou até aqui e entre em contato com os nossos parceiros! Eles estão prontos para cuidar da sua viagem com todo o cuidado que você merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This