Conheça as 5 melhores praias para a prática do KiteSurf - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Conheça as 5 melhores praias para a prática do KiteSurf

Esportes de natureza, como o KiteSurf, são uma ótima alternativa para quem quer realizar atividade física de uma forma mais interessante. Afinal, além de permitir que o corpo se exercite, eles são muitos divertidos e podem trazer diversos benefícios.

Que tal experimentar um deles nas suas próximas férias? Algumas praias no nordeste são o destino ideal para a prática de KiteSurf!

Assim, as suas férias serão ainda mais divertidas, originais e — porque não? — saudáveis! Por isso, preparamos uma seleção especial com as melhores praias para a prática do KiteSurf. Confira e aproveite para curtir o verão com muita originalidade!

1. Cumbuco – Ceará

Porque é uma boa opção?

Não é à toa que Cumbuco é considerada a capital nacional do esporte (e um dos melhores pontos de todo o mundo). A região recebe milhares de turistas a procura das ondas e ventos perfeitos para a prática de KiteSurf, principalmente entre os meses de junho a janeiro — a temporada dos ventos.

Em setembro, geralmente o melhor mês para o esporte, a velocidade dos ventos pode chegar até a 16 km/h. Isso acontece porque a praia fica em uma posição geográfica privilegiada na costa oeste do Ceará, o que faz com que os ventos sejam fortes e as ondas volumosas. O conjunto ideal para a prática de KiteSurf.

Os iniciantes também têm vez na cidade e é bem fácil encontrar cursos básicos para os turistas que quiserem se aventurar pelo esporte. Normalmente, as aulas são dadas na lagoa do Cauipe, um dos pontos de encontro mais movimentados da cidade.

O lugar: história e turismo

A praia faz parte do município de Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza. Ela está apenas a 30 km do centro da capital cearense, e o destino também oferece outras opções de lazer, como passeios de jangada e de buggy, esquibunda e muito mais!

2. São Miguel do Gostoso – Rio Grande do Norte

Porque é uma boa opção?

Com os ventos fortes e praias paradisíacas, São Miguel do Gostoso também é um dos destinos preferidos dos kitesurfistas do nordeste! Tanto que a cidade possui várias opções de escolas do esporte, o que é ideal para os turistas que querem aprender a atividade durante as férias.

As ondas alcançam entre um e dois metros de altura e a direção do vento é conhecida como side-shore, ou cross-shore, que é a ideal para a prática de KietSurf. Os melhores meses para velejar são entre setembro e abril, quando a cidade se enche de amantes do esporte, principalmente na Praia do Santo Cristo.

O lugar: história e turismo

Essa pequena e charmosa vila de pescadores fica a 100 km de Natal. Mesmo recebendo milhares de turistas durante todo o ano, ela não perde o seu clima tranquilo. Sem muita badalação, o destino é ideal para quem quer descansar e curtir as belezas da natureza.

3. Jericoacoara – Ceará

Porque é uma boa opção?

Em Jericoacoara o vento sopra forte o ano inteiro! As correntes de ar vêm diretamente da África e propiciam o contexto perfeito para o KitSurf na região da Praia do Preá, onde os ventos on-shore permitem velejar downwind (a favor do vento).

Os melhores meses para a velejar são entre julho e janeiro, quando os ventos atingem velocidades entre 18 a 35 nós. Na Praia do Preá as correntes são ainda melhores, chegando a bater os 42 nós.

Os ventos de Jeri também podem ser dos tipos side e off-shore, sendo que o último é recomendado para kitesurfistas mais experientes.

O lugar: história e turismo

Jeri já foi considerada uma das dez praias mais bonitas de todo o mundo. E não é sem razão! O vilarejo de clima rústico possui vários atrativos naturais que encantam os turistas, como a Pedra Furada e a Lagoa do Paraíso.

4. Macapá – Piauí

Porque é uma boa opção?

Beleza selvagem e intocada; fabulosos bancos de areia e piscinas naturais de água morna e cristalina; mar calmo e ventos alísios, perfeitos para prática do KiteSurf. Pois é, esse paraíso existe e atende pelo nome de Praia do Macapá, no litoral leste do Piauí.

A praia também abriga a foz do Rio Camurupim, permitindo assim velejo em água doce. O local é ainda pouco conhecido dos brasileiros praticantes do esporte, mas já recebe um bom fluxo de europeus, que buscam as boas condições para a prática do kite e a tranquilidade da bela praia. Boas pousadas e restaurantes já estão instalados para receber esse público. A pequena vila vem sofrendo modificações naturais em decorrência das correntes marítimas.

O lugar: história e turismo

A pequena vila fica a apenas 40km do aeroporto de Parnaíba, cidade litorânea do Piauí considerada a capital do delta que leva seu nome, e a 340km da capital do estado. A praia vem sofrendo modificações naturais em decorrência das correntes marítimas e teve sua paisagem bastante modificadas nos último anos. Os moradores temem que um dia a praia suma de vez do mapa, mais um motivo pra conhecer essa escondida obra prima da natureza.

5. Barra Grande – Piauí

Porque é uma boa opção?

Barra Grande é tida como um dos principais picos do kite no mundo. Tanto que o destino já chegou a receber algumas competições bem importantes do ramo, como uma etapa do mundial e o Arena Kite Brasil!

Como a cidade tem uma grande variedade de opções de escolas de KiteSurf, a região é conhecida por receber diversos turistas que querem aprender o esporte. A procura é ainda maior durante a temporada dos ventos alísios, que dura de julho a dezembro.

O lugar: história e turismo

Município de Cajueiro da Praia, Barra Grande, fica a 65km de Parnaíba e 400 km de Teresina, a capital do Piauí. Isso faz com que a calmaria e a tranquilidade sejam a regra principal do local, que é repleto de atrativos turísticos. Ainda pouco aproveitado pelos turistas brasileiros, o vilarejo atrai muitos viajantes internacionais, especialmente os europeus.

Saiba mais sobre o esporte

O KiteSurfe é um esporte de aventura que mistura vários outros. É um pouco de surf, de wakeboard e de voo livre. Ele é praticado com uma pequena prancha e uma espécie de pipa, que faz com que o vento possa carregar o praticante, e fazer com que ele voe sobre as ondas, uma experiência incrível!

Por ser um esporte tão completo e divertido, a prática de KiteSurfe tem ganhado cada vez mais adeptos. As férias com esportes radicais fazem parte de um estilo de viagem conhecida como turismo de aventura, que permite que o turista vivencie experiências super divertidas, originais e emocionantes!

Quer receber mais dicas como essas? Não deixe de nos seguir as redes redes sociais dos nossos parceiros! Você pode acompanhar os conteúdos no Fecebook, no Flickr, no Twitter, no Instagram, no Google+ e no Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This