Quais as maiores vantagens de visitar praias desertas? - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Quais as maiores vantagens de visitar praias desertas?

Nada como bons dias de areia, sol, praia e muito descanso, não é? Porém, ir à praia nem sempre significa calmaria. O Brasil é famoso pelo seu litoral e, por isso, muitas das cidades praianas são atrações o ano todo, recebendo muitas pessoas e se tornando sinônimo de agitação e badalação.

Às vezes, o desejo de fugir dos grandes centros não é realizado quando se encontra tanto agito nas praias mais desejadas pelos turistas. É por isso que visitar praias desertas pode ser a opção para quem quer curtir o pé na areia e fugir um pouco do movimento.

As praias desertas estão espalhadas pelo país, e são aquelas que ainda não são tão exploradas. Nessas praias, o número de turistas é inferior. Além disso, elas costumam ser mais afastadas e com um acesso mais complexo. 

Mas vale a pena se aventurar para encontrar uma praia linda, com mar limpo, pouca gente, muito sossego e calmaria na sua experiência.

Como o litoral brasileiro é tão cheio de belezas, não faltam praias desertas para visitar. Confira com a gente algumas delas, quem sabe elas não serão seu próximo destino?

Bonete (SP)

Nem só de agito vive o estado que não desliga! Essa praia fica no litoral norte de São Paulo, em Ilhabela que está Bonete, e é considerada uma das praias mais bonitas do país. Visitar esse local é como uma viagem no tempo, já que na pequena comunidade não existe energia elétrica ou sinal de celular.

O acesso até o local se dá por mar ou pelos seus 12 km de trilha. A trilha é um dos atrativos da região, onde começa a aventura. Durante o percurso, é possível caminhar pela Mata Atlântica e encontrar mirantes e cachoeiras pelo meio do caminho. A trilha é longa, mas as belezas do caminho e de Bonete recompensam qualquer viajante.

Carro Quebrado (AL)

A Praia do Carro Quebrado está localizada no município de Barra do Santo Antônio, em Maceió. Ainda não muito conhecida pelos turistas, é possível notar muita preservação ambiental no local. Para chegar na praia, é recomendado ir de bugue pela areia ou com um veículo 4×4 pela estrada.

Carro Quebrado é famosa por suas falésias, em que há pontos de acesso para a subida. Vale a pena se aventurar, ver tudo de cima e encontrar o mirante. Aproveite também para relaxar e curtir o lindo pôr do sol, de maneira praticamente exclusiva.

Galinhos (RN)

A cidade de Galinhos está a 170 km de Natal, no Rio Grande do Norte. Para chegar até a praia, é preciso deixar o carro no porto de Pratagil e seguir de barco até o povoado. O vilarejo rústico tem charretes e bugues como opções de transporte, praias isoladas e desertas, que surgem e desaparecem com a maré.

A cidade é um local perfeito para relaxar e curtir dias de sossego. Uma das suas atrações é o manguezal, que ocupa grande parte do litoral e é repleto de ostras, caranguejos e aves.

Além disso, você não pode visitar Galinhos sem mergulhar nas belas piscinas naturais de águas quentes na Ponta do Farol. Isso tudo faz dessa praia uma opção crucial dentro dos seus planos de visitar praias desertas!

Boipeba (BA)

Boipeba é mais que uma praia deserta, ela reserva uma ilha inexplorada no litoral baiano. Com 20 quilômetros de praia, resiste às intervenções humanas, e é um local rústico. Para chegar lá, é preciso de um passeio de barco, repleto pela natureza, vegetação e o mar cristalino.

A Ilha de Boipeba está localizada no Arquipélago de Tinharé, no baixo Sul Baiano. É repleta de beleza e perfeita para passar os dias de descanso em meio a natureza. Não vão faltar corais, piscinas naturais e diversidade de fauna e flora. Uma dica para quem vai visitar esse paraíso: leve dinheiro, já que na ilha não há bancos nem caixa eletrônico.

Icaraí de Amontada (CE)

Mesmo na badalação turística de Ceará, é possível encontrar e visitar praias desertas e paradisíacas no estado. Esse é o caso de Icaraí de Amontada, que fica a 220 km de Fortaleza, e é destino certo para quem quer descanso e sossego.

A vila de pescadores é perfeita para os calmos banhos de mar ou piscinas naturais, trilhas e práticas de Wind ou Kitesurf.

Barra dos Remédios (CE)

O Caribe cearense não pode ficar de fora dos seus planos para visitar praias desertas no estado. A Barra dos Remédios é perfeita para os amantes da natureza, com piscinas naturais e mar calmo que parece um rio. O local não é tão visitado pela sua dificuldade de acesso.

A praia é cercada pelas dunas do Ceará, e para chegar lá é preciso de um bugue ou um carro 4×4. Pode ser interessante alugar um veículo para fazer o trajeto. Apesar da dificuldade, a beleza do cenário compensa a viagem!

Praia de Atins (MA)

Famoso pelos Lençóis Maranhenses, o Maranhão também abriga paraísos ainda não tão explorados pelos turistas. É o caso da Praia de Atins, próxima ao município de Barreirinhas. A praia tem paisagem única, com dunas, mangues e restinga. Para chegar até lá, você precisa ir para Barreirinhas e seguir de carro ou barco.

No vilarejo em que o tempo passa devagar, a prática de kitesurf é a grande atração, graças aos bons ventos locais. Vale a pena se arriscar! Também é legal passear pelas lagoas e fazer um passeio de lancha para ver o pôr do sol, com belos pássaros que recobrem a região.

Barra Grande (PI)

Mesmo com o menor litoral brasileiro, Piauí reserva belas paisagens. É o que você encontra em Barra Grande, a vila a cerca de 400 km de Teresina. Com suas praias extensas e desertas, ela convida o viajante a caminhar tranquilamente sob a areia fofa do local.

Barra Grande é conhecida pelo seu vento forte, tranquilidade e o mar cristalino e azul. Um dos famosos passeios do local é a rota do cavalo-marinho, que começa em uma carroça, na praia. Após três quilômetros, o turista chega no manguezal e muda para uma canoa, rumo ao colorido dos cavalos-marinhos.

E aí, ficou animado para visitar praias desertas e explorar os cenários escondidos do país? Além dessas dicas, confira outros destinos para viajar no verão e comece a planejar suas próximas férias. Nos vemos por lá! 

Avatar
Carolina Sena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This